Valores de Referência

Saiba qual a importância de adotar um estilo de vida saudável e de manter o controlo da sua glicemia, compreendendo o conceito de pré-diabetes.

A pré-diabetes é uma situação que ocorre quando os níveis de glucose (açúcar) no sangue são superiores aos valores recomendados, não sendo contudo elevados o suficiente para serem classificados como diabetes.

O diagnóstico de pré-diabetes deve ser um alerta para a possibilidade de vir a desenvolver diabetes. É um quadro de saúde que é fator de risco vascular, por afetar os vasos da circulação de todo o corpo, e que progressivamente pode causar diabetes.

Mais conhecida como pré-diabetes, a hiperglicemia intermédia (termo técnico) é diagnosticada quando o médico deteta nas análises clínicas uma ou ambas as seguintes situações:

– Anomalia da glicemia em jejum ≥ 110 mg/dL e < 126 mg/dL;

– Tolerância Diminuída à Glicose ≥ 140 mg/dL e < 200 mg/dL duas horas após a ingestão de 75 gr de glicose.

Cuidados a ter

A melhor forma de prevenir e de travar a diabetes é adotar um estilo de vida saudável, alcançando um peso adequado e implementar boas práticas de alimentação e de exercício.

A alimentação deve seguir os princípios básicos, nomeadamente um padrão alimentar completo, equilibrado e variado.

A atividade física deve fazer parte da vida diária, evitando uma vida muito sedentária. É essencial praticar exercício físico de uma forma regular.

São estratégias para evitar o excesso de peso ou de obesidade, bem como a obesidade abdominal em particular, que é um fator de risco para as doenças cardiovasculares e doenças metabólicas como a diabetes.

Implicações no organismo

Assim, a pré-diabetes está associada a desequilíbrios no nosso organismo, resultantes de um estilo de vida pouco saudável. A saber:

Insulinorresistência. Processo que ocorre quando o pâncreas tem de fazer um esforço adicional para produzir mais quantidade de insulina. Os níveis de glicemia deixam de ser os recomendados, aumentando as hipóteses de progressão para a diabetes. Este quadro de saúde interfere em mecanismos hormonais, por exemplo, no controlo do apetite.

Disfunção da célula beta. As células beta do pâncreas são sobrecarregadas para produzir insulina sem o mesmo desempenho anterior, o que leva a uma alteração do funcionamento celular. Gradualmente, o organismo deixa de produzir a insulina suficiente para as suas necessidades ou de ter a mesma capacidade do corpo utilizar a insulina.

Em suma, visite o seu médico de forma regular e siga as recomendações para manter os níveis recomendados de glucose (açúcar) no sangue.